Exposição Cidade Imaginária
Exposição Cidade Imaginária
Exposição Cidade Imaginária
Exposição Cidade Imaginária
Exposição Cidade Imaginária
Exposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Convite Exposição Cidade Imaginária
Convite Exposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária
Desenho da Esposição Cidade Imaginária

Após 15 anos de pesquisa, o artista visual Paulo Chimendes, inaugurou no dia 16 de março de 2010, no Paço Municipal de Porto Alegre/RS, paralela as comemorações dos 238 anos de história da cidade Porto Alegre, a exposição Cidade Imaginária. Esta composta por 35 desenhos inéditos. Desenhos gravados no papel, sob o olhar atento de Chimendes que caminha pelas ruas observando os detalhes dos dias e das noites. As imagens tem "um quê de atmosfera fantástica que nos remetem a cidades não conhecidas, imaginárias, ou então, quem sabe.... às nossas próprias entranhas, aparecem rebatido em negativo nos seus desenhos em preto e branco de suas e/ou nossas cidades delirantes" de Antônio Augusto Bueno (artista visual e autor do texto da exposição).

 

Desenhista, gravador e pintor, nasceu em Rosário do Sul/RS, em 1954. Paulinho Chimendes, como ta~mbém é conhecido pelo meio artístico, acumula inúmeros prêmios e participações em salões de arte, bem com ffez curso de desenho com Paulo Peres, litografia com Danúbio Gonçalves e pintura com Fernando Bari . Atualmente, trabalha e mora na capital gaúcha. Da aula no Museu de Trabalho, no Curso de Litografia. Participou do projeto Esta Poá é Boa, Bienal B, Gráfica Gaúcha II, na CCCEV.